Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

The art of living

13
Ago20

3 dicas para ver chuvas de estrelas

Mafalda

É verdade que já aqui não passo há muito tempo, mas isso é uma história para outra altura, mas hoje venho falar-vos de astronomia. Já não é novidade para ninguém que adoro física  e todos os seus derivados. Mas o lado mais poético de mim é absolutamente apaixonado pelas estrelas.

Ontem à noite, por isso, convenci toda a gente cá de casa a ir comigo até à praia (estamos de férias com amigos e se a praia se encontra bem mais perto, o esforço para convencer tanta gente a sair depois das 22h foi imenso).

Deitados na areia quente vimos os meteoros, uns mais sortudos e atentos que outros acabaram por ver mais, mas todos podemos experimentar a euforia conjunta de ver um pedacinho de céu a incendiar-se para depois cair num espectáculo de luz.

Aqui deixo as minhas dicas para o melhor espectáculo de Verão em tempo de pandemia:

 

1. Escolher um lugar sem luz

Esta é a dica mais conhecida, mas a mais fundamental. Bem sei que se da nossa varanda vemos bem as estrelas tendemos a ficar por lá, mas, a verdade é que rodeados de luzes da cidade é pouco provável que seja possível distinguir as estrelas cadentes do resto do céu. Por isso rumamos à praia, mas um monte ou qualquer sítio mais isolado de tudo serviria. (Longe da cidade consegue também ver-se coisas muito bonitas como as constelações ou até mesmo nublosas).

 

2. Descobrir a hora e o dia do pico

Para ver uma chuva de estrelas é preciso existir uma, e para o tempo de espera não ser imenso é preciso que se escolha, de preferência o dia e hora ideal. O pico da chuva de estrelas das Perseidas foi ontem das 23 até às 00:20h. Mas, será ainda possível observar este fenómeno até dia 24 de Agosto, por isso escolha a data mais próxima do pico que conseguir e faça-se à estrada

 

3. Equipamento especial

Não se deixe enganar, o equipamento especial não são coisas muito difíceis de arranjar, mas são essências para a noite ser um sucesso. Consigo leve mantas e almofadas para que seja mais confortável, pois, mesmo nas noites de Agosto o vento consegue ser incomodativo. Além disso é preciso muita paciência e confiança no processo, elas vão acabar por aparecer, basta relaxar. (Se no entanto desejar um experiência ainda mais surreal leve consigo um telescópio e uma máquina fotográfica e tire uma fotografia de longa exposição, o resultado será incrível).

Se acabarem por ir ver as estrelas, contem me como foi a experiência

IMG_20200812_232201.jpg

  (Não foi tirada por uma máquina fotográfica profissional,  mas as estrelas estão lá)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

classicos-mrec

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Por aqui lê-se

Links

  •  
  • Arquivo

      1. 2021
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2020
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D

    Em destaque no SAPO Blogs
    pub