Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The art of living

20
Fev21

As marcas que deixamos na vida das outras pessoas

Mafalda

Ontem estava a ouvir a música Everybody Lost Somebody dos Bleachers e a mensagem chegou até mim com toda a sua força. Todos nós já perdemos alguém, talvez porque esse alguém morreu ou talvez porque a vida se pôs no caminho, já todos experimentamos a dor de ver alguém de quem gostávamos muito desaparecer da nossa vida, e se calhar é mesmo isso que nos conecta a todos, o facto de ser uma experiência universal.

No entanto dei por mim a pensar que todas as pessoas que apareceram na minha vida e depois desapareceram (para sempre ou temporariamente) me deixaram qualquer coisa. Memórias talvez, e evidências de que passaram na nossa vida. Fósseis dos dias que passamos juntas.

Algumas coisas que nos deixam são grandes como a crença que me deixou o meu avô (de quem já vos falei aqui) de que nenhum ser humano é intrinsecamente mau, e de que toda a gente merece uma mão amiga.

E outras coisas são muito pequenas, pequenos hábitos enraizados na nossa rotina. O facto de acenar a mim mesma quando passo por um espelho (algo que "aprendi" de uma pessoa que amei muito), o facto de deixar sempre pequenas anotações nos meus livros (um amigo da minha escola primária fazia isto, e sempre achei piada), o facto de quando quero dizer a alguém que gosto deles sem usar palavras, fechar com força os olhos durante uns segundos e sorrir (os gatos fazem isto para dizer que gostam dos donos, e tornou-se uma piada entre mim e uma amiga), o facto de por um bocadinho de leite no meu chá (a minha avó achava que era algo de gente fina fazer isto).

Somos as marcas que deixamos na vida das pessoas. E é bom pensar que hoje sou uma pessoa diferente porque fui também marcada por tanta gente, por tantas vidas que cruzaram o meu caminho. 

Marcamo-nos uns aos outros permanentemente. Algumas marcas são fortes e permanecem e outras desvanecem com o tempo. Espero um dia poder olhar para trás e dizer que manchei a vida de muita gente e a tornei, um bocadinho mais colorida.

 

 

 

06
Out20

À família que ganhamos no caminho

Mafalda

Há pessoas que são parte intrínseca da nossa vida. Aquelas que estão cá desde que nos lembramos, e aquelas que nem sempre estiveram mas que temos a sensação que conhecemos há uma vida inteira.

São a família que escolhemos, aquela que temos a sorte de ganhar pelo caminho.

Tenho muita gente que se enquadra nessa categoria: os amigos dos meus pais que cuidaram muitas vezes de mim como se fosse sua filha, os filhos dos amigos dos meus pais, que embora nem sempre perto foram constantes pela minha infância, aqueles que conheci no primeiro dia de escola ou aqueles que só apareceram mais tarde, mas deixaram uma marca. Esta é uma mensagem de agradecimento para aqueles que ficam, e que mesmo longe se fazem sentir perto, como se nunca se tivessem ido embora.

Obrigada.

Pelas noites em que cantámos tão alto que a voz nos faltou de manhã.

Pelos dias a correr na areia húmida da praia sem nenhuma preocupação na alma.

Pelas mãos que seguraram as minhas quando me senti perdida.

Pelo abraço amigo sempre pronto à minha espera, a minha casa ambulante.

Aos meus tios e irmãos de coração, obrigada, crescer ao vosso lado foi e é um dos maiores privilégios da minha vida.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

classicos-mrec

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Por aqui lê-se

Links

  •  
  • Arquivo

      1. 2021
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2020
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D

    Em destaque no SAPO Blogs
    pub