Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The art of living

08
Mar21

Por aqui lê-se..... O Rouxinol

Mafalda

Acabei este livro há mais de uma semana, mas precisei de tempo para digerir todo o enredo, e fazer o luto de um bom livro que chegou ao fim. Talvez seja um hábito meu, mas preciso de tempo para poder escrever com clareza sobre aquilo que li. O post chega, no entanto, num óptimo dia.

É dia da mulher, e este livro honra-as de diversas maneiras.

250x (1).jpg

(imagem daqui)

O enredo surpreendeu-me desde o inicio, fala-nos de como decorreu a 2º Guerra Mundial em França, e se eu sabia que França também tinha sido invadida pelos alemães, não fazia ideia da extensão em que sofreu, e das atrocidades que lá aconteceram (e se reproduziram um pouco por quase toda a Europa).

No entanto este livro conquistou-me pela forma como fala das mulheres que fizeram parte da Guerra. Lembramo-nos tantas vezes daqueles que foram para as trincheiras e esquecemo-nos daquelas que ficaram para trás a conviver com o inimigo, o mesmo inimigo que matava os seus homens: pais, irmãos, maridos.....

Em "O Rouxinol" é dado destaque à forma como o curso da guerra foi diferente porque muitas heroínas intervieram, e a forma como a sua ajuda aos Aliados foi subvalorizada pelos Nazis, permitindo salvar muitas vidas, que teriam sido adicionadas ao número monstruoso de mortes causadas pelo egoísmo humano e cegueira ideológica.

As mulheres são, de facto, uma força da natureza, e posso dizer que passou sem dúvida para o meu top 3 de leituras.

Um bem haja a todos aqueles que mudam o mundo pela calada, seja com obras heróicas, seja com uma palavra amiga, todas as acções contam.

 

 

20
Fev21

As marcas que deixamos na vida das outras pessoas

Mafalda

Ontem estava a ouvir a música Everybody Lost Somebody dos Bleachers e a mensagem chegou até mim com toda a sua força. Todos nós já perdemos alguém, talvez porque esse alguém morreu ou talvez porque a vida se pôs no caminho, já todos experimentamos a dor de ver alguém de quem gostávamos muito desaparecer da nossa vida, e se calhar é mesmo isso que nos conecta a todos, o facto de ser uma experiência universal.

No entanto dei por mim a pensar que todas as pessoas que apareceram na minha vida e depois desapareceram (para sempre ou temporariamente) me deixaram qualquer coisa. Memórias talvez, e evidências de que passaram na nossa vida. Fósseis dos dias que passamos juntas.

Algumas coisas que nos deixam são grandes como a crença que me deixou o meu avô (de quem já vos falei aqui) de que nenhum ser humano é intrinsecamente mau, e de que toda a gente merece uma mão amiga.

E outras coisas são muito pequenas, pequenos hábitos enraizados na nossa rotina. O facto de acenar a mim mesma quando passo por um espelho (algo que "aprendi" de uma pessoa que amei muito), o facto de deixar sempre pequenas anotações nos meus livros (um amigo da minha escola primária fazia isto, e sempre achei piada), o facto de quando quero dizer a alguém que gosto deles sem usar palavras, fechar com força os olhos durante uns segundos e sorrir (os gatos fazem isto para dizer que gostam dos donos, e tornou-se uma piada entre mim e uma amiga), o facto de por um bocadinho de leite no meu chá (a minha avó achava que era algo de gente fina fazer isto).

Somos as marcas que deixamos na vida das pessoas. E é bom pensar que hoje sou uma pessoa diferente porque fui também marcada por tanta gente, por tantas vidas que cruzaram o meu caminho. 

Marcamo-nos uns aos outros permanentemente. Algumas marcas são fortes e permanecem e outras desvanecem com o tempo. Espero um dia poder olhar para trás e dizer que manchei a vida de muita gente e a tornei, um bocadinho mais colorida.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

classicos-mrec

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Por aqui lê-se

Links

  •  
  • Arquivo

      1. 2021
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2020
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D

    Em destaque no SAPO Blogs
    pub